Notícias

18-01-2018

Escadas Mecânicas celebram 125 anos

As primeiras escadas mecânicas do mundo foram instaladas no dia 16 de janeiro de 1893, em Nova Iorque, e é certo que hoje, a mobilidade urbana seria significativamente diferente, e bem mais complicada, se não tivesse existido um homem que, ao tentar construir o primeiro metro de dois andares, tivesse criado algo ainda mais importante.

Há pouco mais de 125 anos Jesse Reno inventou a primeira escada mecânica que foi patenteada a 15 de março de 1892 e, posteriormente, instalada no Old Iron Pier em Coney Island, em Nova Iorque. Esta escada trabalhou durante duas semanas no Old Iron Pier antes de ser deslocada para a Ponte de Brooklyn, e estima-se que tenha transportado 75.000 passageiros durante esse breve período de atividade.

A tecnologia que Jesse Reno desenvolveu há 125 anos tem vindo a ser aperfeiçoada pela thyssenkrupp Elevator que, hoje em dia, emprega mais de 155 000 pessoas. A thyssenkrupp tem instalações um pouco por todo o mundo e, só na Europa, é responsável pela instalação de mais de 136 000 escadas, 35 600 das quais na Alemanha.

Apesar da duração média de uma escada, antes de necessitar de qualquer modernização, ser de 20 a 30 anos, o negócio da thyssenkrupp neste segmento continua em crescimento, com cerca de 5 500 novas escadas a serem instaladas todos os anos.

A thyssenkrupp Elevator presta assim homenagem aos 125 anos das escadas mecânicas, e olha para o futuro com a certeza do impacto que estas instalações, assim como o MULTI, vão ter no potencial técnico de desenvolvimento da mobilidade urbana.

Curiosidades:

  • Se todos os equipamentos da thyssenkrupp se juntassem para formar um só, seria longo o suficiente para subir a uma montanha com 500 quilómetros de altura.
  • A thyssenkrupp dispõe de uma enorme variedade de equipamentos, desde escadas com apenas 890 centímetros até às que medem 53,86 metros. Existem modelos “Royal Mode” que se ligam e desligam ao pressionar apenas um botão, e até soluções móveis “to go”, que podem ser transportadas pelo mundo inteiro em aviões.
  • Em Praga e em algumas cidades da Rússia, as pessoas deslocam-se a alta velocidade, com algumas escadas a transportar os passageiros a 0,9 metros por segundo.
  • Na Alemanha, as escadas mecânicas só começaram a ser produzidas em série em 1950. Antes disso, eram construídas à mão na zona da obra.

 

Três perguntas a…
… Harald Goessl, especialista em escadas rolantes na thyssenkrupp Elevator.

Q. Fique parado na direita, ande na esquerda – esta é a regra de escadas rolantes não escrita em quase todas as metrópoles do mundo. Quanto tempo realmente poupamos com isso?

A. Nenhum! Infelizmente, tenho de dizer que este mito não é correto. Mesmo que muitas pessoas apressadas nas grandes cidades do mundo todo fiquem desapontadas, mas: A quantidade de pessoas transportadas diminui quando se fica parado na direita e se anda na esquerda, uma vez que com este sistema se precisa de mais tempo para entrar na escada rolante. Uma vez que menos pessoas podem entrar na escada, o indivíduo não pode ser mais rápido – mesmo se andar. Perde o tempo que ganha ao andar ao aguardar ao pé da escada. Só fica mais rápido para todos, se todos ficarem parados: estudos mostram que aprox. 30 por cento de pessoas por hora podem ser transportadas, se ninguém andar nas escadas rolantes.

Q. Nunca se deve andar em instalações rolantes, devido ao perigo de acidentes. Certo ou errado?

A. Não se deve andar nas escadas rolantes, uma vez que o risco de acidentes aumenta! Isso é certo. Mas pode andar nos tapetes que nos levam de um terminal para outro nos aeroportos. Aqui, até pode deslocar-se rapidamente, uma vez que aumenta a velocidade com os seus passos. Isso é pura eficiência de deslocamento!

Q. Arrepia-se quando vê outros …

A. … por exemplo, empurrar carrinhos de bebé nos tapetes rolantes, onde atacadores ou cobertores estão dependurados, deixar cães andar nas escadas rolantes em vez de carregá-los nos braços, crianças a brincar e colocar os seus sapatos nas partes laterais da escada. Patas, rabos, sapatos ou lenços de pescoço podem entrar facilmente entre as partes da máquina e o resultado quase sempre é um acidente terrível. Quando vejo estas situações tenho de solicitar que os pais ou os proprietários de cães tenham mais cuidado. Cada escada rolante tem um botão de paragem de emergência e recomendo que seja atuado em situações críticas, por exemplo, se pessoas caírem. Muitas vezes isso pode evitar feridos graves.

 

As perguntas forma respondidas por Harald Goessl, Senior Vice President Escalator Operations na thyssenkrupp Elevator. Ele tem 51 anos de idade e desde 2013 que é responsável pelas escadas rolantes na thyssenkrupp.

 


 


Referências

Consulte as nossas referências
Ler mais